Ajudar de Costa a Costa

Ajudar de Costa a Costa

Com a sua manutenção anual completa e a embarcação pronta para mais um ano de serviço, o Logos Hope partiu de Curaçao. Mas sem antes ser carregado com oito paletes de provisões doadas pelos locais da ilha. Pois queriam ajudar os seus vizinhos de São Vicente e Granadinas, na sequência das erupções vulcânicas que lá ocorreram.



		

No último mês, a tripulação não-técnica tem trabalhado com igrejas e projetos de alcance comunitário por todo o Curaçao. Ao estabelecerem estas ligações, a oferta feita foi de que a embarcação poderia transportar tudo o que a comunidade desejasse enviar para o próximo porto de escala, em Kingstown.

 

O que aconteceu a seguir foi mais do que a tripulação do Logos Hope podia esperar! A população local reuniu-se e deu generosamente. Um pastor mobilizou a população através de uma emissão de rádio. Os jornais aderiram ao apelo. E, em pouco tempo, organizações, lojas e centenas de pessoas comuns enviavam os seus donativos. Um homem disse que estava sem trabalho há meses e que não tinha muito para dar. Mas, mesmo assim, queria oferecer o que pudesse para ajudar as famílias que estavam a viver em abrigos temporários por causa das erupções do Monte Soufrière.

 

Comida, água, roupas, artigos de higiene e itens práticos para reconstrução… Os suprimentos foram levados a bordo pelos voluntários do Logos HopeDepois, foram armazenados para a viagem de dois dias no piso do espaço vazio do teatro do navio.

 

Um pastor local prestou tributo ao esforço da comunidade ao referir uma passagem Bíblica na qual o apóstolo Paulo louva a bondade dos crentes do primeiro século. “Se eu me tivesse gloriado nos cristãos de Curaçao, não teria sido achado em falta,” declarou o pastor.

 

O diretor do Ministério de Ajuda do Logos Hope, Pavel Martinez (México), disse: “Estou maravilhado com a generosidade do povo de Curaçao. Não imaginava que iríamos receber tanto. Estamos felizes em usar o nosso navio para entregar as coisas urgentemente necessárias. Mas o crédito é todo das pessoas de Curaçao e não nosso.”

 

O navio está agora atracado em Kingstown, São Vicente. Local onde os mantimentos serão distribuídos à medida que a tripulação se juntar aos esforços de socorro em curso.



		
Ajudar de Costa a Costa

Willemstad, Curaçao Os mantimentos doados aos vicentinos afetados pela erupção vulcânica estão empilhados no teatro a bordo do Logos Hope.

 

Para mais informações sobre o ministério dos navios da OM, visita a nossa página do Logos Hope.

 

Texto de: Cristina Amato e Julie Knox
Data: 29/05/2021


		

Partilhe este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *